sexta-feira, 25 de junho de 2010

Envolvê-lo nos meus braços ao crepúsculo e ser a sua companheira para sempre. Foi isto que sempre quis, e isto é o amor: esta consagração; esta curiosa elevação; esta súbita alegria inexplicável e esta força insuportável.


terça-feira, 15 de junho de 2010

"Espero que estejas a dormir bem meu anjo. Sabes, és lindo a dormir; és lindo e transmites-me confiança, segurança. Como eu adoro mirar esses teus traços enquanto dormes a meu lado, no mesmo espaço que eu.
É incrivelmente bonito como somos felizes e nos amamos quando dormimos um com o outro, tu e eu, nós; nós e este nosso sentimento. Amo-te, com todo o sentido da palavra, e acredito no nosso amor, mesmo."



segunda-feira, 14 de junho de 2010

Gostava de entrar na imaginação das pessoas e levá-las a conhecer mundos e histórias que eu mesma não conheço; gostava de partilhar um pouco de mim, das minhas ideias; gostava de alcançar a proeza mais difícil para o ser humano, abstrair as pessoas da sua vida fútil e monótona e mostrar-lhes até onde poderiam ir e quantos outros mundos e locais poderiam conhecer.


sábado, 12 de junho de 2010

Mesmo que possuísse um nível vocabular 3 vezes superior ao que conheço, não encontraria palavras nem expressões que qualificassem e quantificassem os meus sentimentos por ti. A expressão verbal é insuficiente em certas situações.
É tão bom estar com alguém que nos conhece melhor que nós mesmos; que sabe o que sentimos quando não nos expressamos e que percebe as palavras que não proferimos.


quinta-feira, 10 de junho de 2010

Como que uma personagem sofrendo a metamorfose da sua vida, começo a perceber os caminhos equivocados da vida. O vazio, a confusão e o pessimismo ocupam o lugar central da minha existência. Os acontecimentos alteram-se e alteram-nos a nós também. 
Por alguma razão os ponteiros do relógio não abrandam e os segundos não param quando sentimos um aperto interior. O tempo anda sempre indiferente às nossas angústias e as surpresas do amanhã são sempre mais fortes que qualquer destino que nos tenhamos comprometido a cumprir. Basta-nos saber quando e como dar corda ao nosso próprio relógio e voltar a colocar o mecanismo em acção.





terça-feira, 8 de junho de 2010

Guarda contigo tudo o que passas ao meu lado

Deslizaste por entre os meus cabelos loiros enquanto me sussurraste aos ouvidos que me irias levar às estrelas, que me irias fazer sentir nas nuvens, que me ias amar eternamente. Disseste ter aquele sentimento inexplicável que eu tanta vez encontro dentro de ti. Por muito tempo à descoberta, deixei-me levar pelas tuas carícias e desfrutei daquela palavra que exclamavass ter por mim.. Sentia algo novo a chegar; um novo passo a ter que dar. Deixei-me cair por aquelas correntes de emoção, e libertei-me; saí do meu caminho, vendo assim de novo a luz do sol que brilhava contra o meu rosto, mas sempre seguida por uma mão, a tua mão.Sei que todas as palavras que me diriges são reais e que todo o nosso sentimento não é uma peça de teatro.Não me arrependo de nenhuma loucura que cometi só para te ver sorrir e sei que valeu a pena deixar tudo e todos por ti. Já estou há tanto tempo do teu lado; tempo de extrema felicidade; mas tempo em que nunca demonstrei o que sentia por ti; tempo que deu para te conhecer. Já passaram 5 anos; até já tinhamos estado juntos algum tempo, mas hoje sei realmente quem tu és; conheço-te melhor do que qualquer outra pessoa e tu sabes disso. Perguntas-me se estou feliz... Estou, porque adoro aquilo que somos, aquilo que podemos vir a ser. Mas por favor diz-me que és feliz ao meu lado como eu sou ao teu.Só espero que leves, abraces e guardes contigo tudo aquilo que te dou de bom. 

 

Gostava de conseguir deitar os problemas para fora do coração; gostava de gritar CORTA e voltar atrás para corrigir o que corre mal... Não seria tudo muito mais simples se nos limitássemos a cortar e a regravar ilimitadamente os momentos da vida que desejássemos?

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Quando algo começa, geralmente não fazemos ideia de como vai terminar. A casa que queríamos vender torna-se a nossa casa e o caso de uma noite que queriamos esquecer torna-se no amor da nossa vida. Passamos a vida preocupados com o futuro; a planear o futuro; a tentar prever o futuro... Como se saber pudesse aparar o golpe.
Mas o futuro está sempre a mudar; o futuro alberga os nossos maiores receios e as nossas maiores esperanças. Mas uma coisa é certa: quando por fim se revela, o futuro nunca é como o imaginámos.


meus seguidores.