quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Como é óbvio, nunca poderei descrever-me inteiramente. Por mais que tentasse, era impossível; há tantos defeitos, manias, imperfeições e tiques que eu não reparo, mas que nãos escapam aos olhares fatais dos outros. Porque hoje em dia é tudo uma questão de olhar e julgar; é tudo uma questão de definir uma pessoa com critérios fúteis e completamente insignificantes.
Podemos ser completamente arrasados pelo aspecto exterior: até podemos ser a pessoa mais fantástica do mundo, mas se não o parecermos exteriormente, somos esquecidos num canto, como se fossemos algo para que ninguém quer olhar. Mundo de merda, digamos!
É neste mundo onde vivemos... um mundo onde a marca de cada peça de roupa conta; num mundo onde cada cor mal conjugada é motivo de riso. É isto a nossa geração! 
Basta olharmos para os nossos pais... Naquela época, cabelos desgrenhados e roupa mal conjugada eram algo giro, porque faziam cada pessoa ser diferente das outras.



Critico a sociedade mas não faço nada para a mudar. Será que isso faz de mim hipócrita? 


18 comentários:

  1. sim todos os nossos defeitos não escapam aos outros!

    ResponderExcluir
  2. hipócrita é a sociedade, ñ tu! e se sp foi assim, achas q o vamos mudar do dia para a noite? caguemos nisso! amo-te

    ResponderExcluir
  3. Boa noite
    A sociedade volta-se unicamente para os aspecto negativos e isso só mostra mediocridade.
    Ninguém é completamente perfeito,mas existem pessoas com grande valores que ninguém vê.
    Vêem os defeitos que logo aparecem. A roupa que nem é assim tão importante. Um tique no andar ou na fala.É pena que os verdadeiros valores tenham sido alterados. É pena que apenas se repare naquilo que não tem valor e que os aspectos mais importantes como a honestidade, a sabedoria, e todos os valores morais e humanos sejam esquecidos.

    ResponderExcluir
  4. O meu reino da noite gostaria de te desejar um feliz ano novo chinês :)

    Kung Hei Fat Choi !!!

    Beijinhos e um bom ano chinoca :D

    ResponderExcluir
  5. oiii querida estou seguindo viu..
    passa no meu tbm

    um bjo

    ResponderExcluir
  6. o outro nós incomoda, quando não conseguimos viver com nós mesmos.

    visite :
    letrinhascombinadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o blog! Vou seguir!!
    Acho que vivemos um dilema, nós achamos a sociedade hipócrita, mas nós somos a sociedade. É difícil achar um caminho no meio de um sistema corrompido.
    Se gostar de contos visita o http://contodenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. hipócrita não és tu, claro, mas sim a sociedade em que vivemos. o que tu acabaste de fazer foi patentear e deitar cá para fora, tudo aquilo que todos nós, de certa forma, sentimos também.. beijinhos

    ResponderExcluir
  9. eu junto-me a ti para mudar.
    vamos voltar aquelas epocas todas loucas, com as musicas todas loucas. aquela epoca dos nossos pais, onde tudo era mais colorido!

    ResponderExcluir
  10. Nao es hipocrita, es realista..a sociedade é assim, e tu, tal como eu e acredito que muitas mais pessoas pensam como nós..mas mudar,andar mal vestido, descuidado, implica criticas e as vessoas preferem fazer sacrificios, abdicarem de andar confortaveis e por vezes até de serm felizes para se incerirem na sociedade, do que enfrenta-lá..e serem eles mesmos..
    São coisas que por muito que tentemos explicar, não tem muita logica..
    Aproveito para dizer que gosto muito do teu blog e que vou seguir *.*

    ResponderExcluir
  11. As vezes em que eu não pensei nisto que escreveste! Sinceramente, as pessoas que também nos julgam pela marca e esse tipo de coisas, não nos merecem conhecer, é o que penso. Mas o que poderemos também fazer para mudar este panorama? Acho que apenas sermos nós mesmo sem nos importarmos com o que os outros pensam, mesmo que por vezes seja algo difícil.

    ResponderExcluir
  12. olá, desde já quero dizer-te que gostei imenso do teu blog, estou a seguir :D
    de facto a sociedade é que vive de hipocrisia e sinceramente não vejo isto a mudar...contudo cabe-nos a nós não nos deixarmos influenciar por tudo de mau que nos rodeia, cabe-nos a nós pensarmos por nós próprios e marcarmos a nossa vida de alguma maneira...
    beijinho*

    ResponderExcluir

meus seguidores.