domingo, 3 de abril de 2011

Margarida Soares

(...) 
tens sido para mim, uma pessoa como há poucas; nunca me desiludiste e agradeço-te por isso e, talvez também por esse mesmo motivo, tenho um enorme respeito por ti e jamais alguem me ouvirá proferir uma única palavra má a teu respeito.
ainda havemos de ser muito felizes na nossa terra paradisíaca, PROMETO. acreditas em mim? posso ser a tua protectora? ou o teu porto de abrigo? o que quiseres






meus seguidores.